Jornalista analisa afastamento e possível fim de Simone & Simaria



Um dos maiores especialistas em música sertaneja do país e autor do livro Bem Sertanejo: A História da Música que Conquistou o Brasil, considerado por muitos a biografia do estilo, André Piunti conversou com a coluna LeoDias sobre a crise que a dupla Simone & Simaria tem passado. O jornalista também detalhou um cenário de extrema dificuldade para a dupla em caso de separação e escolha por carreira solo.

Piunti destacou que as disputas entre as duas não agrega em nada ao mercado, uma vez que oferecem um produto importante para o meio: “Não tem uma pessoa que fique feliz vendo isso acontecer com uma dupla dessas. Não foi uma dupla montada, formada, não é um produto fake, são irmãs que passaram por muita coisa desde o início da carreira. A carreira delas é muito longa. Elas venceram muitas etapas até chegar no topo e virar uma dupla nacional, reconhecidas, como elas são hoje”.

Mesmo antes de Simaria anunciar o afastamento dos palcos alegando questões médicas, o jornalista fez uma profunda análise sobre a possível separação da dupla. Piunti destaca que as duas teriam muita dificuldade, uma vez que, como dupla, já possuem um produto consolidado no meio da indústria da música brasileira. Caso se separassem, teriam que começar tudo do zero.

“Bom lembrar que separações, elas não costumam resultar em coisa boa. Duplas que se separam, historicamente, na hora de seguir carreira solo, o processo é muito diferente. É muito difícil, o produto é a dupla, e quando você desmembra aquilo, você começa quase do zero, são produtos novos. Os fãs vão pra onde? Os funcionários vão para onde? Os empresários vão pra onde? A gravadora fica com quem? Fica com as duas ou vai cada uma para um lado? E aí, você começa a ver, e é muito mais complexo do que parece”, destaca André Piunti.

O especialista também lembrou da separação da dupla Edson & Hudson. Eles optaram por carreiras solo que não foram bem-sucedidas: “Edson & Hudson, por exemplo, é uma dupla famosa que se separou nos últimos anos e teve brigas expostas. Eles dão entrevistas hoje e falam que chegaram num limite, mas afirmam também que talvez poderiam ter segurado a onda. E eles conseguiram superar as brigas e voltar a fazer sucesso. Mas foi uma década de ralação que eles não precisariam, talvez, ter passado. A separação, geralmente, não resulta em coisas boas e coisas fáceis”.

Piunti também destacou que a separação de Simone & Simaria também seria uma perda para a mulher no meio sertanejo, uma vez que a dupla foi uma das primeiras a fazer sucesso: “É bom lembrar também que elas são uma das duplas que fizeram com que as mulheres passassem a ter mais espaço no sertanejo. Elas têm essa importância. Seria uma perda grande para a música em geral, mas principalmente para o sertanejo, uma dupla dessas se desfazer agora. Elas conseguiram tanta coisa, elas ajudaram tanta gente”.

Fonte: Metrópoles / Leo Dias