‘Coração Cachorro’: batido o martelo para James Blunt morder 20% por autoria de hit do ano



O sucesso da música “Coração Cachorro (Late Cachorro)”, interpretado por Ávine e Matheus Fernandes, vem sendo motivo de alegria para a dupla, bem como para os seis compositores da canção – mas não somente: de agora em diante, James Blunt também passará a sorrir ao som do refrão que canta “Late, coração cachorro, late, coração”. 

Depois de um acordo que, segundo a editora Universal Music Publishing Brasil, foi estabelecido de forma amigável, o cantor e compositor britânico passa a deter 20% da autoria do hit, um dos mais tocados no Spotify no ano.

O começo de “Coração Cachorro” nada tem a ver com o sucesso do britânico: o trecho em questão surge no refrão, que transforma os vocais do cantor no latido do forró. “Same Mistake” alcançou grande sucesso no mundo e também no Brasil, fazendo parte de trilhas de novela por aqui: James Blunt, portanto, passa a assinar como autor da música, ao lado de Daniel dos Versos, Fellipe Panda, PG do Carmo, Riquinho da Rima, Breno Lucena e Felipe Love.

O trecho de Blunt na canção brasileira é curto, porém imediatamente reconhecível – a justiça compreendeu como uma menção direta a “Same Mistake”, e por isso deu a Blunt parte dos direitos autorais.

Curiosamente, no final do mês de outubro, o próprio Blunt brincou com a menção: em um vídeo no TikTok, o cantor e compositor britânico apareceu cantando sua música, para ser interrompido no refrão pela versão de Ávine e Matheus Fernandes, que faz Blunt dançar. “Parabéns pelo nº 1, pessoal! Vou mandar os meus dados bancários em breve”, escreveu o artista, na legenda. O que podia parecer simples piada era, porém, verdade. Além de ter alcançado o 1º lugar entre as 200 mais tocadas do Spotify no Brasil, “Coração Cachorro (Late Cachorro)” já passou das 75 milhões de visualizações em seu vídeo oficial no Youtube.

Fonte: MSN