Jorge e Mateus montam acordo com ex-empresário após briga judicial milionária



Há alguns meses atrás, por volta de abril, a dupla sertaneja Jorge e Mateus movimentaram os bastidores da música ao terem movimentado um processo contra o antigo empresário do duo, Marcos Araújo, dono da ÁudioMix em uma ação indenizatória de mais de 50 páginas, no qual o acusaram do desvio milionário de um adiantamento contratual envolvendo a gravadora Som Livre. A ação em questão trazia a assinatura da dupla sertaneja com gravadora em meados de 2017, onde receberam um adiantamento de R$ 13 milhões conduzido por Marquinhos. Conquanto, houve um outro contrato movimentado pelo empresário sem aviso prévio dos músicos, avaliado em torno de R$ 17 milhões.

O acordo gerava a divisão entre o empresário, os artistas e um sócio, mas foi descoberto de que descobriram que o agenciador havia acumulado em torno de R$ 30 milhões. De acordo com novas informações obtidas pelo jornalista Léo Dias, do portal Metrópoles, os advogados do ex-empresário, os irmãos Roberto e João Fonseca, revelaram que ocorreu, de fato, um acordo entre as partes, mas que devido a cláusula de confidencialidade, maiores detalhes sobre, não podem ser compartilhados na mídia.

Na época, ao ser procurado, o empresário se defendeu das graves acusações. “Não fui intimado dessa ação, mas posso adiantar que não há quaisquer desvios de valores e isso será demonstrado no processo. São acusações sem fundamentos normais de artistas que visam quebrar um contrato e não pagar a multa e os haveres da sociedade”, afirmou ao colunista, no portal UOL.

 

fonte:areavip