Di Ferrero prepara álbum pop três idiomas



Cantor revela os planos para carreira solo e diz que é 'injusto' comparar fase atual com auge do NX Zero: 'Me descobrir é o ponto principal'.

Di Ferrero diz que já se acostumou, durante os compromissos de sua recém-iniciada carreira solo, a ser puxado pelo braço e ouvir:

Adeus, NX Zero. Ele diz que não era possível fazer esse som no NX Zero, banda que começou colada no estouro do emo em 2001 e terminou mais séria e pesada no ano passado. "O NX já tinha uma fórmula, um jeito de fazer música. Pausamos de uma forma saudável, não foi treta. Agora exploro timbres, parte orgânica, parte eletrônica", explica.

Fonte: G1